Artigo

A vida deveria circular entre amigos

Celebrar a amizade, a parceria de encontros, conversas, trocas de experiências e vivências faz parte de uma vida em movimento e cheia de energia e disposição. O filósofo chinês Confúcio escreveu sobre amizade:

“Para conhecermos os amigos, é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade”.

Nem sempre estamos dispostos e temos o tão precioso tempo. Com a proximidade do final do ano, tudo fica ainda mais corrido. Será a pressa para terminar o ano ou para um recomeçar, ou apenas corremos sem saber bem a razão?

Só sei que há um tempo em que precisamos parar e encontrar as pessoas para externar nossas conquistas e inquietudes para um novo tempo. Ou apenas para um abraço apertado, de amigo.

E foi assim o que aconteceu no último mês de outubro, com tantos amigos presentes em um momento tão especial de compartilhamento e atualização das nossas histórias. Desde que a Sophia nasceu tenho me encontrado pouco com as pessoas.

Esse encontro teve o propósito de reunir os amigos para conversar tomando chá com mesa farta, ouvindo boa música em um cenário cercado por estantes recheadas de bons livros, de Martha Medeiros a Kafka. Tudo se misturando, para todos os gostos e estilos. Ao som do Trio Diagonal que envolveu e encantou os convidados, com os músicos Rodrigo Carraro, Jorge Xavier e Matheus Pasquali.  

Uma galeria de imagens lindas do fotógrafo Thiago Corrêa está neste link: https://www.facebook.com/beatriz.moraes.7731/photos?lst=1541852068%3A1541852068%3A1574987407